Início » Médica com autismo está a frente de hospital em combate a Covid-19

Médica com autismo está a frente de hospital em combate a Covid-19

O hospital de Campanha Zona Leste de Porto Velho, é gerenciado pela médica Larissa Rodrigues Assunção, de 26 anos que articular pautas técnicas em conjunto com o governo estadual, realiza prontuários além de ser diretora clínica do hospital e atender aos pacientes em plantão. Em uma recentemente em entrevista para Tab.Uol, ela falou um pouco sobre a sua rotina corrida no dia a dia.

Para a médica, a sua idade não é algo que importar muito, pois quando jovem, ela foi diagnosticada com (TEA) Transtorno de Espectro Autista. Sendo assim, Larissa passou por uma série de dificuldades, principalmente em sua infância, quando sofria bullying, e tinha que constantemente trocar de escolar, pois tinha dificuldade de interagir com os docentes. Mas a sua família e amigos viam o seu potêncial.

Segundo a matéria da Uol, Ela entrou para a faculdade de ciências sociais da UFU (Universidade Federal de Uberlândia) em 2011, com apenas 14 anos. Compreender a mente humana motivou sua mudança de Uberlândia (MG) para Porto Velho (RO), ao passar em medicina na Unifimca (Centro Universitário Aparício de Carvalho), quatro anos depois, missão que considerou “tranquila”. Na sequência, emendou uma pós-graduação em neurociências pela Universidade Duke, nos EUA. Hoje finaliza duas especializações — neuroimagem pela Universidade Johns Hopkins (EUA) e psiquiatria pela PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul).

Fonte :Ísis Capistrano/UOL.

“Decidi fazer medicina em Rondônia pois tenho paixão pela Amazônia, pela parte antropologicamente rica de uma cultura tão particular. Aproveitei que tenho uma tia médica aqui, e de súbito, em 2 meses estudei um pouco e ingressei”

Larissa Rodrigues, Médica

Durante a entrevista, ela informou que passava cerca de oito horas por dia estudando, para ingressar na residência na área de neuropsiquiatria. O tempo investido deu frutos, e com isso ela conseguiu passar no exame para três áreas: neurologia, neurocirurgia e psiquiatria, mas escolheu entrar em combate contra a Covid-19

“A pandemia me transformou. Sempre fui empática em acolher e ajudar, mas a vivência atual modificou a forma como enxergo o mundo e as minhas reais necessidades. Não tive outra escolha a não ser ficar e trabalhar. Meu trabalho também é fonte de sustento à minha família. Ajudo meu irmão, que também estuda medicina”

Larissa Rodrigues, formada em neuropsquiatria.

O seu colega de trabalho, o médico Luís Moreira Gonçalves, disse que quando a conheço, ficou surpreso, quando soube da idade da sua nova chefe, e logo ficou admirado com suas capacidades.

“Larissa exerce suas funções com brilhantismo. Eu já a vi fazer coisas interessantíssimas, como uma traqueostomia com bisturi em uma urgência. Ela conseguiu abrir a cartilagem acima da tireoide de um paciente para obter uma via de acesso. Trata-se de um procedimento de alta qualidade e que foi feito em uma situação de urgência, em meio à calamidade de saúde pública”

Luís Gonçalves, médico e parceiro de trabalho da Larissa.

Após terminar os plantões na UTI, Larissa desabafou dizendo, que ao chegar em casa, não consegue esquecer os sons dos monitores ou os barulhos do ventiladores, ela ainda acrescenta, informado que sabe do excesso e quão é prejudicial a sua saúde. Mas ao longo de sua jornada, que não é nada fácil, ela desenvolveu técnicas para se distrair e se desconectar do trabalho quando está em casa . Tocar algumas músicas que gosta, em seu violão, fazer faxina e aproveitar a companhia do seu cãozinho, Pipo.

A médica afirma que esse caos sanitário que está enfrentado, juntamente com seu colegas de trabalho,” não define o seu universo” por mais que faça parte do seu dia a dia. Ela aproveita os seus intervalos para aprender mais e se especializar dentro da sua área. Larissa, defende a causa das pessoas que tem TEA (transtornos do espectro autista).

VejaMais!
Fonte: Informações da UOL

Compartilhe rápido por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Encantos do Nordeste

© 2021