Início » STF forma maioria contra cultos e missas durante a pandemia do Covid-19

STF forma maioria contra cultos e missas durante a pandemia do Covid-19

No início da noite desta quinta-feira (08), o Supremo Tribunal Federal (STF), determinou por resultados dos votos da maioria, que missas e cultos durante a pandemia do novo coronavírus, está proibido. Deixando sob a administração e a gerência do poder de estados e municípios de deliberar as medidas para o combate a propagação do Covid-19.

Segundo informações, os ministro que votaram contra a liberação judicial, foram: Gilmar Mendes, relator do processo; Alexandre de Moraes; Edson Fachin; Luís Roberto Barroso; Rosa Weber; Ricardo Lewandowski; Marco Aurélio Mello; Luiz Fux, presidente da Corte Suprema; e Cármen Lúcia.

O ministro kassio Nunes havia tomado a decisão de autorizar os cultos religiosos presenciais como atividade essenciais, mesmo com o números de casos de contaminação pela doença Covid-19 aumentando nos últimos dias no Brasil.

Ainda de acordo com o site Correios*, a favor da realização de missas e cultos durante a pandemia, votaram apenas os ministros Kássio Nunes Marques e Dias Tóffoli, findando o placar da votação em 9 a 2.

VejaMais!
Fonte : Correios

Compartilhe rápido por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Encantos do Nordeste

© 2021