Início » Indígenas venezuelanos da etnia Warao são vacinados contra a Covid-19

Indígenas venezuelanos da etnia Warao são vacinados contra a Covid-19

Nesta quinta-feira (01), cerca de cinquenta indígenas da etnia Warao, receberam a vacina contra a Covid-19, no município de Natal. Eles tomaram a primeira dose do imunizante de Oxford/AstraZeneca em um local preparado no Centro de Acolhida e Referência para Refugiados, Apátridas e Migrantes (Care/RN).

Essa ação faz parte da nova fase do Plano Estadual de Imunizante, que tem o intuito de vacinar todos os grupos indígenas que se encontram em estado de vulnerabilidade, que está de acordo com o Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde.

Essa realização, está de acordo com a a Recomendação nº 04/2021, de 2 de março de 2021, do Comitê Estadual Intersetorial de Atenção aos Refugiados, Apátridas e Migrantes do RN (Ceram/RN).

Os órgão estaduais e municipais de saúde de Natal e Mossoró, recomendaram a inclusão da população refugiada da Venezuela como grupo prioritário, assim também como os indígenas nacionais, por estarem em maior vulnerabilidade ao Covid-19.

De acordo com portal de notícias G1, durante a imunização, também foram colhidos dados da população Warao. Além de Natal, o município de Mossoró também recebeu 50 doses do imunizantes para vacinar a população Warao no território.

Etnia Warao

Os indígenas da etnia Warao, são povos originários do norte da Venezuela. Eles vivem há muito tempo aos a redores do rio Orinoco e regiões próximas dos estados Bolívar e Sucre, que compõe o país.

A palavra “Warao”, é traduzido como “povo da canoa”, em sua língua materna. Como citado a cima, eles tem uma relação muito próxima com a água, muitos deles são pescadores ou coletores. De acordo com algumas pesquisa, os Waraos, se transformaram em horticultores, ou seja, eles estudam e produzem as melhores formas de aproveitamento dos frutos, hortaliças, árvores, arbustos e flores.

É comum ver os “povos de canoa” em comunidades nas zonas ribeirinhas fluviais e marítimas, além de pântanos e bosques inundáveis da região de origem.

Devido a situação atual da Venezuela, os Indígenas venezuelanos, se refugiaram no Brasil, procurando uma forma de digna de sobrevivência. Muitos foram para cidade de Pacaraima, também há uma grande população da etnia Warao em Manaus, Satarém e Belém.

Atualmente, os indígenas, vivem em locais urbanos, com a administração da ONG Fraternidade Internacional, em parceria com o Acnur e o Exército Brasileiro, através da operação acolhida.

VejaMais!
Fonte : G1

Compartilhe rápido por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Encantos do Nordeste

© 2021