Início » Conheça os alimentos que podem aumentar os níveis de colesterol

Conheça os alimentos que podem aumentar os níveis de colesterol

A hipercolesterolemia é o acúmulo de colesterol nas artérias, um dos males que mais afetam a população atual. Dessa forma, o conhecimento sobre os alimentos que provocam o aumento dos níveis dessa substância é muito importante.

O colesterol é um lipídio, que, em certa medida, é necessário para o organismo. Ele é secretado pelo fígado e também está presente em alguns alimentos. Depois de sintetizado, participa na formação dos ácidos biliares, no trabalho cardiovascular e em uma série de outros processos essenciais para a saúde.  

O grande problema está no excesso. As lipopreteínas de baixa densidade (LDL), conhecidas como “colesterol ruim”, são um tipo de gordura que, em altas quantidades, se depositam nas paredes das artérias, formando placas de ateroma.

Este é um dos principais fatores de risco de doenças do sistema cardiovascular e, devido à maneira como se desenvolve, é considerado um dos “assassinos silenciosos” do ser humano.

Sintomas

As manifestações clínicas do colesterol alto podem variar em cada paciente. Nos estágios inicias, geralmente, não aparecem sintomas. No entanto, com a progressão do problema, os sintomas costumam ser:

– Sensação de estômago pesado e indigestão;

– Sensação de fadiga;

– Prisão de ventre;

– Agitação ao realizar movimentos;

– Halitose (mau hálito);

– Inflamação das extremidades do corpo;

– Tonturas;

– Dor de cabeça;

– Visão embaçada;

– Dores no peito.

Portanto, tanto para prevenir quando para controlar os níveis de colesterol, é primordial ter conhecimento dos alimentos que podem aumentar a quantidade dessa substância no corpo. Confira:

Lacticínios integrais

Os lacticínios integrais possuem um alto teor de gorduras saturadas, por isso, o ideal é substituí-los por opções “semidesnatadas” ou “desnatadas”, pois estes possuem um menor teor de lipídios. Os exemplos dos lacticínios integrais são: leite integral, creme de leite, leite condensado, nata, manteiga e margarina.

Queijos

Enquanto alguns queijos contêm níveis mínimos de colesterol, outros concentram quantidades elevadas que representam um alto risco. Por isso, a composição nutricional desses alimentos, incluindo o nível de colesterol, varia de acordo com o tipo.

Os queijos que passaram por um processo de cura são os que mais contêm gorduras saturadas e colesterol LDL. Dê preferência aos queijos com a coloração mais branca, como a ricota, por exemplo.

Carnes Vermelhas

As carnes vermelhas são um dos alimentos com maior teor de colesterol e gordura saturada. Não é aconselhado abusar do seu consumo e, além disso, recomenda-se escolher cortes magros, eliminando toda a gordura visível.

Miúdos e Vísceras

Apesar de serem uma fonte importante de vitaminas A, B e D, e de minerais como o potássio e o ferro, o consumo desses alimentos devem ser moderados e ocasional, pois eles também contêm muito colesterol e gordura saturada.

Maionese

A maionese e, em geral, muitos dos molhos comerciais, contêm um alto nível de gordura saturada, colesterol e calorias. O seu consumo regular pode influenciar no acúmulo de lipídios nas artérias.

Doces e Pães industrializados

Por conter altas concentrações de açúcar, gorduras saturadas e gorduras hidrogenadas, os doces e pães industrializados potencializam os efeitos do “colesterol ruim” (LDL) nas artérias, facilitando a formação de placa.

Mesmo que você ainda não tenha níveis elevados de colesterol, é importante reduzir o consumo desses alimentos como medida preventiva. Uma ótima opção é substituí-los por fontes de ômega 3, antioxidantes e fibras dietéticas, pois estes favorecem a decomposição dos lipídios.

As informações contidas nesse site não substituem as orientações de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Veja Mais!

Grupo: Gazeta Sul Bahia

Compartilhe rápido por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Encantos do Nordeste

© 2021