Início » Dores na axila? Descubra a causa dessas dores

Dores na axila? Descubra a causa dessas dores

Existem vários fatores que podem causar as dores na axila, como as ínguas, esforço muscular intenso, alergias, pelos encravados ou hidrosadenite supurativa, por exemplo. Mas em casos mais graves, as dores na axila podem ser resultado de um linfoma ou câncer de mama. Por isso, é preciso ter cuidado.

Os sintomas e tratamento estão ligados à causa originária da dor, sendo simples nos casos de alergias, pelos encravados ou infecções, e mais complicadas, como é o caso do câncer.

Íngua na Axila

A íngua (caroço) na axila acontece devido a alguma infecção ou inflamação nessa região. Ela consiste no inchaço dos gânglios linfáticos (pequenas estruturas pertencentes ao sistema imune) e representa uma reação de defesa do nosso organismo.

As ínguas na virilha, pescoço ou axila também é denominada de adenopatia ou linfonodopatia e são inflamações leves e passageiras, que duram de 3 a 30 dias.

Tratamento: geralmente, apenas o repouso e hidratação são suficientes, porém, remédios analgésicos ou anti-inflamatórios podem ser usados somente quando é orientado por um médico.

Esforço Muscular Intenso

Dores muito fortes nas axilas podem indicar uma distensão muscular causada por um esforço excessivo. Isso pode ser provocado na prática de esportes, como tênis, musculação ou vôlei, por exemplo.

Tratamento: aplicação de gelo no local afetado, por cerca de três vezes ao dia, compressão do músculo e repouso. Os analgésicos também podem ajudar com a dor, mas é preciso a orientação de um profissional de saúde.

Linfoma

O linfoma é um tipo de câncer que, geralmente, se encontra na região da axila, virilha, pescoço, estômago, intestino e pele. Ele afeta os linfócitos que se encontram nessas regiões, causando a formação de caroços. Há a presença de outros sintomas como dor, febre, mal-estar e cansaço.

Tratamento: pode incluir quimioterapia, radioterapia ou transplante de medula, isso depende do tipo e estágio da doença. É preciso um diagnóstico médico e as chances de tratamento são melhores quando a doença é diagnosticada precocemente.

Câncer de Mama

É um câncer perigoso porque nas fases inicias não apresenta sintomas. O único sinal que pode evidenciar a presença do tumor é a palpação do nódulo endurecido, por isso, são muito importantes o autoexame e a realização do exame clínico feito por um médico especialista.

O inchaço e dor nas ínguas das axilas, que pode irradiar para o braço, são sintomas que podem se manifestar. Além disso, dor, vermelhidão ou saída de secreção nos mamilos também podem ocorrer.

Tratamento: dependendo do tipo e estágio, esse câncer tem cura. Por isso, é necessária a prevenção por meio do autoexame e da mamografia.

Hidrosadenite Supurativa

A hidrosadenite supurativa caracteriza-se pela inflamação das glândulas produtoras de suor. A presença dos caroços inflamados pode ocorrer nas axilas ou na virilha. Essa doença pode causar pequenas feridas nas regiões do corpo que produzem muito suor, como axilas, virilha, ânus e nádegas.

A coceira, inchaço, vermelhidão, ardência e excesso de suor são sintomas associados a esse problema. Também pode ocorrer a liberação de pus antes da pele cicatrizar.

Tratamento: a hidrosadenite supurativa não tem cura, portanto, o tratamento consiste no controle dos sintomas. Para isso, é necessário o uso de cremes com antibióticos e injeções de corticoides nos locais afetados. Remédios que controlam a produção de hormônios também podem ser prescritos por um médico. Em casos mais graves, há a remoção e substituição da pele por enxertos de pele saudável que é feito cirurgicamente.

As informações contidas nesse site não substituem as orientações indicadas por um especialista. Consulte sempre seu médico.

Veja Mais!

Grupo: Gazeta Sul Bahia

Compartilhe rápido por aqui:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Encantos do Nordeste

© 2021